Você sabia que se for ficar um mês ou mais viajando nas férias e considera um desperdício de dinheiro ter de pagar a mensalidade da TV paga, da academia, da internet e outros serviços que não irá utilizar enquanto está fora de casa, pode ser suspensos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em suas regulamentações, prevê que clientes de TV a cabo, telefonia fixa e móvel que tiverem mais de um ano de contrato podem pedir a suspensão do serviço entre 30 a 120 dias.

Quanto a outros serviços, como academias, jornais e revistas, não há regulamentações especiais, mas o consumidor pode verificar a possibilidade de suspensão temporária, troca de endereço da entrega ou ser compensado com um mês no fim do contrato. através dos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Os consumidores devem lembrar que tudo deve ser feito por escrito, desde o tempo da suspensão até a forma de pagamento e as regras para que ela seja efetuada. Se o fizer pelo telefone, é importante anotar o número do protocolo, o nome do atendente, a data e o horário da ligação.

CONSUMIDORES: VEJAM COMO PROCEDER

TV POR ASSINATURA

A TV A já oferecia suspensão de até 90 dias uma vez por ano sem ônus aos clientes e, para atender à nova regulamentação, ampliaram o prazo para 120 dias.

TELEFONIA

O assinante que estiver adimplente pode requerer à prestadora do Serviço Telefônico Fixo na modalidade local o bloqueio, sem ônus, do terminal na estação telefônica e a consequente suspensão total da prestação de todas as modalidades de serviço, uma única vez, a cada período de 12 (doze) meses, pelo prazo mínimo de 30 (trinta) dias e o máximo de 120 (cento e vinte) dias, mantendo seu código de acesso e a possibilidade de restabelecimento da prestação do serviço no mesmo endereço.

ÁGUA

Geralmente as Companhias de Água, somente suspendem o serviço em residências não habitadas, demolidas ou comprovadamente sem condições de ser habitada. O pedido deve ser feito com, no mínimo, 20 dias de antecedência e a religação também respeita um prazo que varia entre um e cinco dias úteis. É importante saber que há a possibilidade de cobrança para a religação.

LUZ

Para verificar as condições de suspensão, é necessário entrar em contato com a empresa que atende a região. Cada concessionária tem suas próprias regras. Geralmente, elas seguem o seguinte padrão: é preciso pagar a fatura final, emitida após o desligamento da energia, que pode ser cortada por até seis meses, mas se for por poucos dias, o custo não compensa pois haverá taxa de serviço na religação.